PUBLICIDADE

Curiosidades sobre o Ebola!

domingo, 23 de novembro de 2014

Explicando
O processo de invasão do Ebola no organismo humano é furtivo e gradual, já que, antes de se manifestar, ele “desabilita” as defesas naturais, da mesma forma que um hacker desabilita um firewall antes de atacar um computador. Isso ocorre através da destruição do interferon, uma proteína que serve para proteger o corpo de vírus e infecções, avisando o sistema imunológico. Sem que ele seja ativado, o corpo perece rapidamente, e o próximo estágio é a hemorragia.


                   ESPALHANDO

fr559
O Ebola tem várias versões, e já saiu da África mais de uma vez. Existem 5 tipos: Sudão, Taï Floresta (na Costa do Marfim), Zaire, Reston e Bundibugyo. Cada uma delas se refere à sua localidade de encontro, e Reston fica nos EUA. Foi encontrado em macacos filipinos de um laboratóro, em 1989, e logo depois também encontraram casos no Texas e Filadélfia. 

                      SOBRE O VIRÚS

zombie-obligingly-snarls-camera
Se você estudou Biologia, provavelmente sabe que os vírus não seguem os padrões de vida e morte da mesma forma que os animais, podendo entrar em encubação e ficar num estágio “morto-vivo” por um bom tempo. O Ebola, que é um vírus, também não consegue sintetizar o próprio alimento ou se reproduzir fora de um hospedeiro, o que, de forma relativa, o faz um zumbi parasita.

              Carne de macaco

De acordo com epidemiologistas, os hospedeiros originais teriam sido morcegos-da-fruta, que por vez infectaram outros mamíferos, morcegos, roedores e primatas. Como o vírus passou dos macacos para o homem, permanece um mistério. Uma das principais hipóteses é o consumo da carne de macaco, comum na África, e as péssimas condições sanitárias.

           TEORIA DOS TRATAMENTOS

CSI-Las-Vegas-9-24-All-in-Promotional-Photos-csi-5865012-2000-1333

Como não existe antídoto, é preciso usar as vítimas infectadas para tentar rastrear origens, observar peculiaridades e colocar em isolamento todos e tudo que tiveram contato com a vítima nos últimos 21 dias. A cada nova descoberta, a doença é um pouco mais vencida.

0 Curiosos:

Postar um comentário